blog-image

A Importância da Comunicação Assertiva

Como podemos definir uma boa comunicação? Simples: se funciona bem, permite a criação de um canal aberto para o diálogo entre as partes envolvidas e gera, na dinâmica de trabalho e, em especial, na rotina do síndico profissional, a intercolaboração, então estamos diante dos caminhos necessários para que encontremos a comunicação efetiva, aquela que consegue passar as suas informações com objetividade, dinamismo e respeito, tendo em vista a obtenção do retorno esperado entre os emissores e receptores. No campo de reflexões sobre a comunicação assertiva, sempre importante, mas agora, ainda mais, haja vista as mudanças no cenário dos relacionamentos pessoais e profissionais estabelecidos pelos desdobramentos da pandemia que nos acompanha desde 2020, temos a busca pelo bom relacionamento entre os envolvidos no processo comunicativo, numa estratégia que garante a colaboração de todos e, consequentemente, a obtenção das metas alcançadas para os resultados efetivos de um projeto em qualquer i
leia mais
blog-image

Ruídos na Comunicação ou Quando a Linguagem Não é Eficaz

A boa comunicação é algo primordial para a nossa convivência numa sociedade tão falante e expressiva. Anteriormente tínhamos a troca de cartas, os contatos pessoais, a conversa por telefone, dentre outros meios que se multiplicaram e neste processo, passaram por consideráveis transformações. Ainda assim, havia a preocupação com o que hoje chamamos de comunicação assertiva. Neste panorama de mudança de cenários constantemente, haja vista os avanços tecnológicos vertiginosos, precisamos dar conta dos mencionados meios tradicionais, além de ter que abarcar os aplicativos, as redes sociais, os e-mails e outros tantos canais de emissão e recepção de mensagens, sem deixar, obviamente, de estabelecer uma comunicação efetiva, isto é, clara, objetiva e eficiente, sem os danosos ruídos, tema bastante discutido desde a nossa fase escolar, na clássica brincadeira do telefone sem fio. Quem lembra?
leia mais
blog-image

Cigarros e Condôminos: Um Debate Polêmico

Fumar pode ser prejudicial aos que desejam uma vida saudável, no entanto, há pessoas que não se importam com isso e encontram nos cigarros uma válvula de escape para momentos de relaxamento. Há quem goste na mesma proporção daqueles que tem ojeriza pela fumaça e odor expelido, principalmente quando a questão é o consumo em espaços públicos, isto é, compartilhados. Na dinâmica da administração condominial, o tema é polêmico. O síndico profissional pode estabelecer proibição? Numa situação de conflito entre condôminos, quais as melhores estratégias para resolução do problema? São muitos os questionamentos, pontos que serão delineados nesta reflexão breve, mas que pretende ser elucidativa. Primeiro, vamos pela via da legalidade. Não é proibido fumar num espaço condominial, desde que o consumo seja na unidade do usuário de cigarros e não incomode os vizinhos, isto é, a fumaça não seja despejada diretamente na janela do outro ou haja espalhamento de bitucas por espaços que são de uso coleti
leia mais
blog-image

Entrevista com Linda Carvalho

Iniciaremos hoje um ciclo de entrevistas com os docentes do Curso de Formação para Síndico Profissional da ACS Condomínios. O projeto pretende radiografar questões importantes sobre a gestão condominial, tendo em vista intercalar as entrevistas com os textos semanais que estamos veiculando, voltados aos debates atuais e pertinentes ao processo formador dos estudantes de nosso curso. A primeira entrevistada é Linda Carvalho, Síndica Profissional, mulher que trilhou uma trajetória firme na área e hoje desenvolve trabalhos sólidos neste segmento, que tal como afirmam os especialistas, pode ser considerada uma das profissões do futuro. Em nosso encontro on-line, versamos sobre a importância da profissão em questão, a sua interação em home office, dentre outros temas. Acompanhe as sete perguntas e respostas elucidativas para você que se interessa pelo assunto e não deixe de compartilhar o conteúdo, combinado?
leia mais
blog-image

A Etiqueta Remota: Sendo Síndico nas Redes Sociais e Aplicativos

Estamos cotidianamente envolvidos nas teias da cibercultura que a cada dia nos apresenta uma nova perspectiva comunicacional. Aderimos aos aplicativos e redes sociais, utilizamos os e-mails como suporte para troca de mensagens pessoais e profissionais, mas em linhas gerais, ainda não compreendemos como lidar com as diferenças entre o espaço virtual e o contato presencial, dinâmica que para muitos é dividida entre a realidade e a virtualidade, isto é, um ambiente de “interações de verdade” e outro de “simulações”. Assim, neste processo de conceituações equivocadas, afinal, o virtual também é real, nossa comunicação entra em colapso quando observamos o quão podemos ser indelicados durante uma live, reunião on-line ou na troca de mensagens com nossos parceiros profissionais e pessoais. Muita gente ainda não sabe, mas existe uma convenção para a comunicação educada na era da virtualidade. Chama-se netiqueta.
leia mais
blog-image

Sou síndico remoto, e agora?

O mundo mudou. Mude também. Foi por meio dessa reflexiva mensagem, postada no status do WhatsApp de um dos meus contatos, que tive a “epifania” para desenvolver uma breve provocação textual sobre o desenvolvimento da comunicação e das práticas profissionais em nosso atual cenário pandêmico, momento que tal como um dos tempos verbais mais comuns da língua inglesa, está em seu presente contínuo.
leia mais